6 de mai de 2013

Lavar as mãos salva vidas - este é o lema do do Dia Mundial de Higienização das Mãos

Comemorado em todo mundo neste 5 de maio, a OMS promove atividades para conscientizar os profissionais de saúde, o governo e os administradores hospitalares sobre a importância da higienização das mãos. O hábito previne e reduz infecções, promovendo a segurança de pacientes, profissionais e demais usuários dos serviços de saúde. 
Pode parecer exagero, mas você sabia que as mãos são o principal veículo de transmissão de micro-organismos de um indivíduo para outro? Assim sendo, o simples ato de lavar as mãos de forma correta torna-se a principal medida de controle no desenvolvimento de infecções, pois reduz significativamente a transmissão de patógenos.
Estão presentes na pele das mãos, principalmente, duas populações de micro-organismos: os pertecentes à microbiota residente e à microbiota transitória. A microbiota residente é constituída por micro-organismos de baixa virulência pouco associados a infecções, que colonizam as camadas mais internas da pele sendo, por isso, mais difíceis de serem removidos. Já a microbiota transitória é representada principalmente por bactérias Gram-negativas (ex: Escherichia coli) e colonizam a camada mais superficial da pele, sendo facilmente removidas pela higienização das mãos. Desse modo, o ato de lavar as mãos de forma correta, garante segurança não só aos profissionais da área da saúde, mas também a toda a população(fonte: http://www.microbiologia.ufrj.br/informativo/micromundo/197-dia-mundial-de-lavagem-das-maos).



A OMS disponibiliza um guia para as instituições que desejarem realizar a autoavaliação sobre higiene das mãos. Acesse no link:
 http://www.who.int/gpsc/5may/tools/HHSA_framework_2011-PORTUGUESE.pdf

Leia mais em:
 http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/controle/higienizacao_oms.htm
http://elosdasaude.wordpress.com/

0 comentários:

Postar um comentário