13 de jul de 2012

Conselho Federal de Nutricionistas divulga posicionamento sobre alimentos transgênicos e produzidos com agrotóxicos

O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) com o objetivo de orientar os profissionais nutricionistas, possuindo especial atenção para assuntos polêmicos, divulgou no final de abril uma posição a respeito de alimentos transgênicos e o uso de agrotóxicos da produção de alimentos.

O documento defende a aplicação do princípio da precaução na análise  das sementes geneticamente modificadas; o rigoroso monitoramento desses alimentos após a comercialização, para possibilitar o seu rastreamento e o estabelecimento de causa e efeito no caso de danos à saúde da população; e, a fiscalização da rotulagem desses produtos e seus derivados, conforme estabelecido na legislação em vigor.

O CFN se dirige aos nutricionistas, "profissionais de saúde cujas preocupações tendem a se centrar na qualidade dos alimentos e em suas implicações para a saúde humana e ambiental",  recomendando que estes "se abstenham de usar esses alimentos e pordutos transgênicos ou seus derivados, até que estudos independentes e conclusivos garantam a sua inocuidade" e "mantenham uma postura crítica e fundamentada sobre os reais benefícios dos alimentos transgênicos para a população, em detrimento de outras formas de produção orgânica e agroecológica, que respeitem a cultura alimentar brasileira".

A entidade também divulgou a decisão de passar a integrar a "Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida".

Veja o documento aqui ou na página do CFN na internet.

Leia também:
Uso de agrotóxicos pode alterar comportamento de gerações futuras

0 comentários:

Postar um comentário